• Maria Antonieta Voivodic

Por que contar histórias para crianças?

“Se quiser falar ao coração dos homens, há de se contar uma história. Dessas onde não faltem animais, ou deuses e muita fantasia. Porque é assim, suave e docemente, que se despertam consciências” ( Jean de La Fontaine)

As histórias infantis fascinam as crianças, principalmente na fase da Educação Infantil. Através delas as crianças entram em um mundo mágico, que está em consonância com a forma como entendem a realidade. Falam de fadas boazinhas, bruxas malvadas, grandes dragões, monstros, caçadores. Enfim, dizem respeito às fantasias da infância, propiciando que as crianças entendam melhor suas próprias emoções.

Muitas vezes, nos lembramos com saudades, das histórias ouvidas em nossa infância, principalmente as que nos provocavam identificação com os personagens, que eram as preferidas, pois nos propiciavam momentos mágicos e inesquecíveis.

Através das histórias as crianças têm a oportunidade de ampliar, enriquecer, transformar, sua própria experiência de vida, entrando num mundo curioso e atraente que, ao mesmo tempo que encanta, diverte e ensina.

Como as histórias atuam no inconsciente, podem ajudar a criança a entender suas emoções, boas e ruins e eliminar seus conflitos. A criança vê representado nas histórias, simbolicamente, conflitos que enfrenta em seu cotidiano e encontra soluções para eles, pois geralmente as histórias trazem um final feliz.

Com as histórias, as crianças também desenvolvem padrões morais, de uma forma lúdica e suave. Aprendem sobre sua cultura e também sobre outras culturas e costumes.

Contar história é principalmente um ato de amor e carinho por parte de um adulto, que reconhece que a criança pode aprender muito, de modo lúdico e prazeroso, a respeito do mundo que a espera. Nenhuma tecnologia, pode substituir o momento de aconchego e carinho, a entonação da voz dos pais, ou de um adulto que conta a história. Esse momento é mágico e insubstituível! É também a presença de um adulto, que pode amenizar determinados estereótipos ou preconceitos que podem aparecer, principalmente nos contos de fada clássicos.

As fantásticas histórias permitem que as crianças imaginem, criem outras formas de viver a realidade diária da vida, o que contribui muito para sua formação.

Nenhuma tecnologia, pode substituir o momento de aconchego e carinho, a entonação da voz dos pais, ou de um adulto que conta a história.

         Escola Encontro - Rua Piracuama, 111 - Perdizes, São Paulo-SP. Tel 11 3672-1419 ou 11 3868-4153